Translate this Page
ONLINE
2




Stress Eclesiástico

Stress

Strees Eclesiástico é um problema pouco falado e tratado na igreja contemporânea, porém nunca antes vimos tantos obreiros e pastores estressados por conta do excesso de trabalho e responsabilidades. Ser pastor ou obreiro hoje, se agirem de maneira correta com dedicação e amor, é ter que orientar pessoas, gerir recursos, organizar eventos, ensinar, pregar, evangelizar, treinar, resolver problemas internos, visitar pessoas carentes e uma infinidade de outras coisas que não podem ficar de lado. Até mesmo se você não for pastor ou obreiro, mas for um membro ativo na igreja que se envolve com as atividades você pode acabar ficando estressado.

 

Uma das formas de acabar ou pelo menos reduzir esse problema é dividindo o trabalho. Delegar tarefas pode ajudar bastante. Algumas pessoas concentram o trabalho todo para si e esquecem-se do que aconteceu com Moisés. Em Exôdo 18:13 Moisés estava sobrecarregado pois estava acumulando o trabalho todo  para si. Seu sogro Jetro percebendo como ele estava ficando cansado lhe deu um conselho para que estabelecesse 70 juízes em Israel. Os problemas de menor importância seriam resolvidos por esses juízes e os de maior relevância seriam levados a Moisés. Isso fez com que o peso que Moisés carregava ficasse menor, uma vez que estava sendo compartilhado com outros. Divida o trabalho que você possui com outras pessoas. Deixe para você somente aquilo realmente só você pode fazer e que tenha uma importância maior.

 

Talvez você já até tente delegar tarefas, mas nunca acha ninguém capacitado. Aqui vai outra dica: treine pessoas. Escolha pessoas que você percebe que tem vocação e um compromisso maior e ensine elas a fazerem o que você faz. Ensine elas a pregar, dirigir cultos, exortar, liderar, gerir e outras funções. Assim quando você precisar ficar ausente terá alguém para te substituir. E quando perceber que está na hora de delegar tarefas, terá pessoas minimamente capacitadas para exercerem funções na igreja. Só cuidado para não investir em pessoas descompromissadas. Essas geralmente fazem tudo mal feito e dificilmente mudam. Se a pessoa tiver compromisso ainda que não tenha muito estudo, que tenha dificuldade de falar em público e outras limitações conseguirá crescer espiritualmente e aprender cada vez mais. A médio e longo prazo você colhe muitos frutos por treinar pessoas.

 

Nunca deixe de ter o seu tempo de descanso. O famoso shabat judeu não tem aplicação literal para nós, mas vale como um princípio de descanso. Por mais trabalhos eclesiásticos e seculares que você tenha, separe um momento para fazer coisas que gosta e descansar. Esse momento pode ser algumas horas no fim do dia, um sábado, uma noite etc. Depende da agenda de cada um. O importante é não deixar de tê-lo. Alguns gostam de assistir TV, outros de irem ao cinema, praticar um esporte, dormirem, comer algo que gostam, ler um livro e muitas outras coisas. Faça o que você gosta no momento de descanso. Essa é uma ótima hora para você repor as energias e estar preparado para novos desafios. Além, é claro, de evitar muita dor de cabeça e que você fique descabelado de tanto stress.

 

Agora é importante saber se você realmente tem trabalhado. Talvez você esteja pensando em descansar e mal aparece na sua igreja. Mesmo que seja cansativo, nos como cristãos temos uma missão de expandir o Reino de Deus por toda a Terra. É essencial que você como cristão independente ser pastor/obreiro ou não, seja atuante nas atividades da igreja dentro de suas possibilidades. A partir do momento que você passa a trabalhar no Reino, ai sim deve passar a ter seu momento de descanso. Você pode ter certeza que todo o trabalho que fazemos para o Senhor não é em vão e que ele irá nos recompensar no tempo devido. Bom descanso!

 

Curta nossa página e acompanhe nossas publicações:

Ministério Jovens Pregadores

 

Conteúdo Relacionado

Noções Bíblicas sobre Dinheiro