Translate this Page
ONLINE
1




Deus Não Está Morto (Comentário)

E ai você está em uma bela tarde de domingo sem nada para fazer, descansando de uma semana de muito estudo e/ou trabalho e vem aquela vontade de assistir um bom filme só que você não tem a menor de ideia de que filme assistir. Pois bem, seus problemas acabaram: o filme Deus Não Está Morto é uma ótima opção de filme com conteúdo cristão e relevante.

 

Deus Não Está Morto conta a historia de um jovem chamado Josh Wheaton que enfrenta um grande desafio nas suas aulas de filosofia na universidade. O professor dele, Jeffrey Radisson, é ateu confesso e trava com Josh um longo debate em sala de aula sobre a existência de Deus, após Josh se negar assinar uma declaração afirmando que Deus está morto.

 

Em razão dessa atitude de não querer abandonar seu testemunho de fé, Josh põe em risco seu namoro, seu sucesso profissional e acadêmico e sua imagem com seus amigos. Ou seja, em uma lapada só o filme trata de renúncia, convicção, coragem, a doutrinação e pressão absurda que alguns professores ateus e esquerdistas fazem para seus alunos seguirem suas ideias e ainda incentiva o cristão a estudar teologia, filosofia e apologética (até o grande matemático apologista Jhon Lennox é citado no filme).

 

Aliás, essa é a grande sacada do filme. A maioria dos filmes evangélicos não falam sobre temas pós-modernos e acabam assim se tornando arcaicos, inócuos e não conseguindo falar a linguagem atual e não alcançando a maioria das pessoas (ficam presos apenas ao meio evangélico). É o mesmo que acontece com muitas pregações de nossos púlpitos, parecem que são feitas para pessoas do século XVIII e o povo acaba é dormindo durante elas.

 

Já Deus Não Está Morto envolve temas atuais como ateísmo, secularização da sociedade, curso superior (a grande maioria das pessoas hoje faz, fez ou quer fazer um), os valores cristãos sendo confrontados, hipocrisia, sofrimento e outros. Além, é claro, de usar uma linguagem popular mesclando um apelo a razão com um apelo a emoção de quem assiste.

 

O evangelho é o mesmo, mas a forma como transmitimos e o temas que aplicamos ele mudam com o tempo e o lugar. A igreja precisa aprender a falar de aborto, homossexualidade, divórcio, internet, globalização, drogas, relacionamentos, emancipação da mulher, tecnologia e outros sem perder sua essência.

 

Mesmo não tendo uma produção caríssima de filmes como Vingadores (a produção é simples), por exemplo, e possuir defeitos como todo filme possui, por alcançar públicos variados (não só evangélicos) cumprindo o ide de Jesus e atrair tanto pessoas mais velhas como jovens (que outro filme evangélico você vê um monte de jovens querendo assistir?) Deus Não Está Morto é recomendadíssimo pelo Ministério Jovens Pregadores.

 

Se você não assistiu o primeiro, procure assistir, e já se prepare para o segundo que será lançado dia 7 de Abril nos cinemas de todo o Brasil trazendo outro tema relevante e atual: liberdade religiosa e papel do professor em sala de aula. Prepara-se para uma ótima experiência.

 

Há uma mensagem clara de esperança nesses filmes: mesmo com tanta coisa errada no mundo e ás vezes parecer que tudo está perdido, Deus não está morto.

 

1° Filme

 

 

2° Filme

 

 

Curta nossa página no Facebook e acompanhe nossas publicações:

Ministério Jovens Pregadores

 

Conteúdo Relacionado

Seja um Divergente!