Translate this Page
ONLINE
2




Combatendo a Difamação e a Fofoca

Cálunia

 

1Pe 2-1

''Portanto, abandonem tudo que é mau, toda mentira, fingimento, inveja e críticas injustas.''

 

Durante o período de 70 anos que Israel passou na grande Babilônia jovens de destaque foram levados para servir o rei no palácio. Dentre eles veio Daniel um homem inteligente, profeta e ótimo administrador. Isso fez com que os sábios da Babilônia tivessem inveja dele e armassem contra ele. Neemias, o governador de Jerusalém, também sofreu bastante inveja. Foi alvo de bastantes calúnias, difamações e fofocas advindas de Tobias e Sambalate. Outros grandes homens de Deus como Moisés, Davi e até o próprio Cristo também sofreram coisas parecidas.

 

Como homens e mulheres de Deus devemos tomar cuidado ao ouvirmos algo sobre uma pessoa. Ainda mais quando essa pessoa é alguém que conhecemos e sabemos ser idônea. Você nunca pode acreditar em algo contra alguém assim que não venha embasada em provas. Ao saber de um boato é sempre bom que você ouça o outro lado antes de fazer julgamentos. Só depois se saber a outra versão é que você pode escolher algum lado. Mais ainda se isso é contra um líder seu. No processo penal isso se chama princípio da presunção de inocência e princípio do contraditório, ou seja, devo presumir que a pessoa é inocente até que se prove o contrário e tenho sempre que dá chance para ela se defender das acusações.

 

Se tomarmos esses princípios também para nossa vida cotidiana, sempre que possível, evitaremos muitas injustiças. O inimigo de nossas almas muitas vezes por não conseguir parar uma pessoa e tirá-la dos caminhos de Deus, começa a atacar a honra dela com difamações (que são mentiras públicas sobre algo que atinja a honra da pessoa), calúnias (mentiras públicas que acusam uma pessoa injustamente de ter cometido um crime) e fofocas. O último desagrada a Deus e os dois primeiros além disso são também crimes.

 

Se você for estiver sendo vítima dessas coisas a primeira coisa a fazer é saber que é Deus quem te justifica. Não adianta espernear, Deus irá te justificar diretamente mostrando com o tempo que você não era nada daquilo ou indiretamente te dando sabedoria para que no momento certo você responda essas pessoas. O importante nesse momento é se manter na posição que Deus te colocou. Seja também vigilante (atento) para que você não faça nada que facilite os fofoqueiros de plantão te acusarem. Em casos extremos é recomendável que você entre com um processo judicial contra a pessoa para se proteger, não é pecado e é um direito seu.

 

É imprescindível que você também não seja um fofoqueiro ou difamador. Há casos de pessoas que reclamam de fofocas, mas são os primeiros a difamarem todo mundo. Mesmo quando o irmão em Cristo está errado, fale com ele calmamente corrigindo com base bíblica o comportamento dele. Se não puder falar, fique calado. Do mesmo jeito que você não gosta que falem mal de você pelas costas, não faça o mesmo com os outros (Mt 7-12) . Saiba que muitas vezes você acha fulano metido, arrogante ou antipático só até ir até ele conversar e conhecê-lo melhor. Não faça julgamentos sem conhecer a pessoa. E se outro tem algum dom especial como cantar, pregar, ganhar almas, etc. Em vez de invejá-lo peça a Deus ele te dá e se possível até peça essa pessoa para te ensinar. Verá que assim você vai se sentir bem melhor do que fofocando com o nome dos outros.

 

Muitas vezes na igreja a fofoca se alastra porque o líder é omisso. Se você é pastor ou líder de algum departamento não seja frouxo, chame os dois lados, ouça a versão de cada um e depois tome uma decisão. Use a autoridade que Deus te deu para dirimir os conflitos e apaziguar a igreja. A princípio pode parecer mais confortável não fazer nada, mas depois o resultado é muito pior. A fofoca destrói a igreja toda e faz com que muitos saiam da igreja ou departamento. Se seu líder é assim procure conversar educadamente com ele pedindo que tome uma decisão e explicando que vai ser bem pior permanecer inerte.

 

Deus te ama e saiba que por mais que as acusações sejam duras muito maior é amor dele por você. Naquilo que ele quiser te usar nada irá impedir e caso ele permita que seja impedido, é porque ele tem algo maior para você. A língua felina não é capaz de destruir o que Deus planejou. Siga em frente e permaneça no que Deus mandou.

 

Curta nossa página Reflexões do Pregador Lucas Moraes

Curta nossa página Jovens Pregadores

 

Conteúdo Relacionado

Cuidado com o Invejoso