Translate this Page
ONLINE
2




Precisamos de Uma Nova Reforma?

No dia 31 de outubro comemoraremos mais um aniversário da Reforma Protestante. É uma pena que muitas igrejas ainda não deem a devida importância a este evento. Ela foi o movimento encabeçado por homens como Martinho Lutero, João Calvino, John Knox, Ulrico Zuínglio e outros que procuraram restaurar a essência do cristianismo criticando os rumos da Igreja Católica da Idade Média.

 

Dentre muitos assuntos tratados os principais eram: a Bíblia Sagrada voltando a ter primazia sobre a tradição e a experiência (eles continuariam tendo importância, mas não mais que as escrituras), a autoridade papal sendo questionada com Cristo voltando a ser o chefe da igreja, a salvação voltando a ser somente pela fé e as obras sendo consideradas como fruto de alguém já salvo e também a salvação não estava mais presa a Igreja Católica.

 

O tempo passou e surgiram no meio evangélico as campanhas de objetos ''ungidos'' (vide as vassouras ''ungidas'' na foto), houve a espetacularização do culto, surgiu uma multidão de falsos profetas, a teologia da prosperidade apareceu e influenciou diferentes denominações, adoradores e pregadores se tornaram cantores e palestrantes motivacionais cobradores de caches absurdos, cultos e reuniões de ensino perderam espaço, os jovens passaram à ir a igreja pelas ''baladas gospel'' e muitas outras heresias se espalharam pelo seio cristão.

 

Portanto, a igreja precisa sim de uma nova reforma. Não uma reforma institucionalizada como a primeira já que não estamos mais sob o julgo da Igreja Católica. Precisamos de uma silenciosa dentro dos nossos corações e nos nossos hábitos e costumes. Devemos procurar estudar teologia e doutrina e fazer com que os nossos cultos sejam centrados em Cristo. Se você não puder mudar toda a igreja evangélica, mude a si mesmo que já será o início da reforma.

 

Deixo claro que nem todas as denominações e líderes se corromperam (eu mesmo conheço líderes e denominações sérias), mas qualquer pessoa honesta reconhecerá a degradação espiritual existente hoje em dia. Assim ficamos com apenas duas opções: se omitirmos e passarmos a viver como se nada estivesse errado ou procurarmos nos conscientizar e conscientizar nossos amigos, familiares e irmãos de fé, através de bastante estudo da palavra de Deus, oração e leitura de bons livros teológicos.

 

Soli Deo Glória!

 

Curta nossa página e acompanhe nossas publicações:

Ministério Jovens Pregadores

 

Conteúdo Relacionado

Ensino ou Entretenimento?