Translate this Page
ONLINE
1




Vivendo em Tempos de Crise

''O homem de bom senso economiza e tem sempre comida e dinheiro em sua casa; o tolo gasta todo o seu dinheiro assim que recebe.'' Pv 21:20

 

Vivemos em um país que passa além de crise ética, espiritual, cultural e política, que passa também uma crise econômica evidente. O desemprego tem aumentado, o preço da gasolina está cada vez mais alto, muita gente está endividada, o dólar subiu bastante, inflação está alta, preços no supermercado subindo etc. Tenho recebido inclusive e-mails de pessoas pedindo oração por estarem desempregadas e precisando de ajuda. Mas o fato é que não está fácil para ninguém e muita gente não sabe como lidar com essa situação de crise. Pensando nisso, segue abaixo alguns conselhos práticos para te ajudar nesses momentos difíceis. Esses conselhos foram baseados na historia bíblica do José do Egito que também enfrentou uma crise econômica em seus tempos, mas que conseguiu vencê-la com muita sabedoria e fé. 

 

  • Murmurar não é um bom negócio.

 

José do Egito ao saber da crise que sobreviria ao Egito e ao resto do mundo em nenhum momento murmurou. Em nenhum momento aparece na Escritura alguma murmuração de José. Ele possuía sabedoria da parte de Deus para entender que por mais que aquela crise não fosse causada por Deus, ela aconteceria por sua permissão. Temos que aprender com ele e com o Apóstolo Paulo a passarmos momentos de privações sem esmorecer (Fl 4:11). Ele adorava ao Senhor mesmo após ser chicoteado em praça pública injustamente e ser preso também injustamente (At 16:25). Esses momentos são os melhores momentos para engrandecermos ao Senhor e demonstrarmos todo o nosso amor por ele. Quando o louvamos nessas horas fica claro que nosso amor por ele é verdadeiro e que independe de qualquer circunstância.

 

  • Economizar é fundamental.

 

Na interpretação que Deus deu a José do sonho profético de Faraó antes dos sete anos de crise, haveriam sete anos de fartura (Gn. 41:30). José ao ser nomeado governador do Egito foi esperto. Durante os primeiros sete anos de fartura José estocou bastante trigo. A quantidade de trigo estocado foi tão grande que a Bíblia, usando uma figura de linguagem, chega a comparar com a areia do mar (Gn.41:49). Quando chegou os sete anos de fome José enriqueceu o Egito vendendo trigo para todas as nações. Nesse momento de crise é necessário que você economize. Provérbios 21:20 diz que o tolo é que gasta todo o seu dinheiro assim que recebe. Não é preciso que você se torne um muquirana, mas apenas que gaste com certo cuidado poupando um pouco para o amanhã. Cheques, cartões de crédito e afins só podem ser usados em último caso.

 

  • É na crise que Deus pode te honrar.

 

Foi naquela situação complicada de crise que Deus tirou José da prisão para torná-lo o maior governador da Terra. Quando somos fiéis ao Senhor até mesmo nas horas mais difíceis ele pode nos honrar. Possa ser que nessa crise é que Deus faça coisas grandiosas na sua vida. Por isso, mantenha a calma mesmo que a situação aperte. Deposite sua confiança no todo poderoso assim como José depositou. No Senhor temos uma rocha para nos agarrar até a tempestade passar. O país vive uma crise, mas o Senhor não te abandonará. Isso não quer dizer que não deveremos tomar certas atitudes ou que a crise não nos afetará até certo ponto, apenas quer dizer que o Senhor passará essa crise conosco.

 

  • Não fique parado.

 

A Bíblia Sagrada diz que quando a fome se espalhou por toda a Terra José não ficou parado, mas mandou que abrissem os locais de armazenamento e vendessem o trigo (Gn. 41:56). Se em uma situação normal já é necessário trabalhar, em um momento de crise é que você não pode ficar parado mesmo. Se você estiver empregado dê valor ao seu emprego por mais defeitos que ele possa ter. Durante esse período conturbado muitas pessoas perderão os seus empregos. Se você está desempregado ai que você não pode ficar parado mesmo. A busca pelo emprego tem que ser incessante e aproveite o tempo livre para buscar ao Senhor. Ele traz oportunidades até onde não vemos saída.

 

Não quero me ater neste artigo ao aspecto político, mas é importante que você saiba que a crise que José enfrentou foi ocasionada por um fenômeno natural diferentemente da nossa que foi resultado de má administração. Assim faz-se mais que necessário rever os políticos que temos votado. Outro ponto importante é não achar que por ser cristão não será afetado pela crise. Doce ilusão! A Bíblia em nenhum momento diz que sermos cristãos nos torna imunes a crise. O que a Bíblia Sagrada promete é que se seguirmos seus princípios Cristo passará a crise conosco e não deixará faltar ao menos o básico (Pv 10:3). Confiemos no Senhor e entreguemos nossas vidas a ele.

 

Curta nossa página e acompanhe nossas publicações:

Ministério Jovens Pregadores

 

Conteúdo Relacionado

Noções Bíblicas Sobre Dinheiro