Translate this Page
ONLINE
1




Por Que o Brasil Está Assim?

O Brasil vive hoje um  período de grande crise. Só de mortes temos cerca de 70 mil por ano, nossa educação é uma das piores do mundo, milhões de pessoas sofrem diariamente em hospitais do nosso SUS - Sistema Único de Saúde, falsos profetas tem surgido cada vez mais, nossos políticos são quase todos corruptos e inescrupulosos, nossas autoridades são em maioria parciais e vendidas, nossas crianças têm perdido sua inocência cada vez mais cedo, nossos adolescentes estão presos nas drogas e no mundanismo, nossos jovens estão sendo idiotizados passando a achar que a vida é só sexo e balada, nossos idosos estão abandonados em asilos e nosso dinheiro já não tem valor algum porque nossa economia está destruída.

 

Você pode achar que estou exagerando e que o Brasil está bem. Isso acontece porque você vive em uma Matrix (ilusão) criada por você mesmo. Assim você finge para si mesmo que está tudo bem para não se desesperar e poder continuar vivendo normalmente. Não faça isso. É melhor viver uma verdade ruim, do que uma mentira boa. Além disso, há como encarar a realidade e continuar vivendo tranquilamente.

 

Continuaremos á viver tranquilamente, mesmo encarando a realidade, se trilharmos o caminho para um país melhor. Dessa forma, não negaremos que o Brasil está uma porcaria, mas teremos paz no coração por sabermos que, independente de qualquer coisa, estamos fazendo nossa parte.

 

Para encontrarmos o caminho para um país melhor, temos que nos remontar a Roma nos tempos do filósofo e teólogo Agostinho de Hipona. Em sua época o império romano também estava decadente contando os dias para seu fim. Um dos maiores impérios de todos os tempos estava impotente diante de sua iminente destruição. E o que seria engraçado, se não fosse trágico, é que os romanos acharam um culpado para tudo aquilo: o cristianismo. Diziam eles que a Roma pagã era forte e grandiosa, pois seus homens e príncipes eram impiedosos. Segundo eles, depois que Roma se converteu ao cristianismo seus homens se tornaram frouxos e covardes, pois o princípio que o cristianismo que prega é o ''dar a outra face''.

 

Agostinho, sendo o gênio e grande apologista que era, tratou logo de dar uma resposta. Ele deixou claro que o cristianismo permitia a guerra, desde que ela fosse feita em legítima defesa á um ataque injusto e arbitrário de outra nação. E não parou por ai, Agostinho os relembrou os tempos de Roma na época do grande orador Cícero. Naquele período, influenciada pelos filósofos gregos, Roma continha valores e princípios bem estabelecidos e, mesmo assim, era uma grande potência. Com isso Agostinho dizia que o grande problema de Roma era que ela tinha perdido seus valores e em razão disso estava em ruínas. Outrora Roma era grande, mas quando perdeu seus ideais e se corrompeu procurou sua própria destruição.

 

O Brasil está do jeito que está porque perdeu, assim como Roma, seus valores e princípios bases de nossa civilização. Nossas escolas não aceitam mais que o professor fale sobre valores religiosos e cívicos com os alunos, mas permite que ele pregue coisas horrendas como ideologia de gênero e que fale sobre sexo com crianças abaixo dos dez anos. Em casa os pais não têm mais autoridade com os filhos. Já há até projeto de lei para criminalizar quem dá uma palmadinha nos seus filhos. Alguns ''psicólogos'' até dizem que uma palmadinha traumatiza o filho. O conceito histórico de casamento foi deturbado para abarcar uniões homossexuais e, agora, até poligâmicas. A corrupção foi banalizada, que começa com cidadão que fura fila e vai até o atual governo federal que acha normal um político roubar desde que seja em prol do partido.

 

Aliás, o PT (é uma pena que muitos irmãos por pura inocência apoiem este partido), a grande mídia, o STF, muitos professores universitários, a maior parte dos senadores e deputados, alguns grandes empresários e outras entidades são os maiores protagonistas da destruição civilizacional que vivemos, formam o chamado 'establishment' (em outro momento me aprofundarei mais nesses aspectos políticos e ideológicos).

 

O importante é que você saiba que para trilhar o caminho da solução, podendo encarar a realidade e ao mesmo tempo viver tranquilamente fazendo sua parte pelo Brasil, é preciso ter consciência de que nosso problema é de valores e bases civilizacionais. Todo o resto dos nossos problemas é consequência da perca destes fundamentos. Comece por você mesmo revendo suas crenças, valores e práticas. Conscientize amigos, familiares e alerte os irmãos da sua igreja. Estude e pesquise sobre isso para entender melhor a situação (recomendo a leitura deste livro aqui). Procure ser um cidadão e um cristão melhor, mais participante e sincero. Você fazendo tais coisas já será o suficiente para começarmos a salvar nossa nação.

 

Curta nossa página e acompanhe nossas publicações:

Ministério Jovens Pregadores

 

Conteúdo Relacionado

Ideologia de Gênero