Translate this Page
ONLINE
2




O Sofrimento do Cristão

Sofrimento do Cristão

Minha dúvida é o seguinte: sou uma pessoa que só peço ajuda a Deus quando realmente quando só o sobrenatural pode resolver, o problema é que vejo muitas pessoas pedindo coisas inúteis como vender casa, vender carro, ajuda no namoro e passar em tal curso. Não que seja errado, claro que não, mas são coisas que por hora se passam e a gente e outros que tão agonizando de dor que não existe remédio nem para aliviar, Deus deixa de lado. E a maioria dessas pessoas que pedem coisas inúteis depois nem lembram que Deus existe. Têm bandidos, ladrões, pedófilos e ateus zombando de Deus e tem uma vida perfeita sem nem uma dor de cabeça. Já que eles não precisam dele, então tire a doença da gente que não merece e coloque neles. É o que deve ser feito e é o justo. Estou tão errado assim?

 

Pergunta enviada pelo leitor Junior (nome fictício para preservar a imagem dele).

 

Minha resposta:

 

Graça e Paz Junior

 

Essa sua dúvida é um dúvida antiga debatida durante toda a historia da igreja por teólogos e filósofos. Asafe no Salmo 73 já enfrentava esse problema e dizia que por olhar para a prosperidade dos ímpios quase desviou dos caminhos de Deus. Eu mesmo, confesso, que já tive esse tipo de problema. Agora o que percebo é que esse problema é mais emocional do que racional. Analisando esse problema cheguei algumas conclusões que vou te passar para ajudar na parte racional e depois tratarei a parte emocional (embora o que te eu passar na parte racional já vai ajudar também na parte emocional).

 

Veja alguns pontos que sempre me ajudam nas dificuldades e acredito que vão te ajudar também:

 

1- Nos somos pecadores e portanto merecemos a morte como diz Rm 6:23. Lembre-se que pecador não é apenas aquele que não conhece o evangelho, mas todos nos. Romanos 3:10 diz que todos nos pecamos e que não há um justo sequer. Se somos pecadores merecemos mesmo o sofrimento e se o Senhor nos der alguma coisa já estamos no lucro. Por não sermos justos não temos o direito de reclamar se ele abençoa A e não abençoa B. Isso é um ato de sua soberania e bondade.

 

2- O ímpio tem suas riquezas e saúde que lhe servem de perdição eterna, o cristão tem dores e sofrimentos que servem para prepará-lo para a vida eterna. As nossas provações são para que não esfriemos e nos mantenhamos na presença de Deus. O sofrimento faz com que busquemos o Senhor (Sl 119:67 e 71). Já o ímpio é enganado por suas próprias riquezas e saúde. Como tudo vai bem na vida dele ele acha que não precisa de nada e se considera deus de si mesmo. Mal sabe ele que a qualquer momento pode partir e suas obras serão cobradas (Veja Lc 16:19).

 

3- Você coloca que pedir para Deus coisas como passar no concurso e ajuda no namoro, não são tão importantes como pedir alívio de doenças pois passam. O problema é que as doenças e dores também passam. Longe de eu dizer que é fácil aguentar tais dores. Até mesmo porque não estou sentindo elas e dessa forma não posso julgar. Mas a verdade é que por mais dores que um cristão sinta elas irão passar, já as dores que o ímpio sentirá no inferno durarão para sempre. No início da igreja cristãos eram comidos por leões e queimados vivos, porém não abandonavam sua fé. Sabiam que esses sofrimentos eram transitórios.

 

4- O mundo pela qual vivemos não é o mundo originalmente arquitetado por Deus. Assim que o pecado entrou no mundo o que era perfeito tornou-se imperfeito. Se vivemos em um mundo de imperfeição é natural que nossas vidas tenham imperfeições. Até que Cristo volte e restaure tudo temos que aprender a lidar com uma vida imperfeita com sofrimentos e com nossas próprias imperfeições que são nossos pecados.

 

5- O último ponto que quero trazer é o esforço pessoal de cada um. Existem ímpios que acordam cedo, cuidam da saúde, trabalham, estudam por horas, se formam e se tornam até phDs. É claro que essas pessoas terão uma qualidade de vida melhor. Por se prevenirem terão menos doenças e por estudarem terão empregos melhores. Se os ímpios têm que aprender conosco a buscarem a Deus, nos temos que aprender com alguns deles a se esforçar para conquistarmos nossos objetivos. Só assim conseguiremos chegar em um equilíbrio.

 

Agora quero tratar da parte emocional. Não sei em específico qual problema você tem, mas uma coisa sei; dentro dessa provação você pode encontrar um propósito divino para sua vida. Um pai muitas vezes, por mais que ame seu filho, permite que ele passe por certas coisas para que aprenda uma lição. Quando criança minha mãe brigava comigo para que não enfiasse o dedo na tomada. Até que um dia de tanto eu desobedecer ela se cansou de falar e eu enfiei o dedo na tomada. O choque que tomei fez com que eu nunca mais passasse nem perto dela. Hoje rio com esse fato, mas na época foi necessário. Encare o que você está passando como uma fase. Uma fase ruim, todavia ainda uma fase. E como toda fase ela irá passar e uma fase melhor irá surgir. Suas dores de hoje podem ser sementes para grandes alegrias de amanhã.

 

Espero ter ajudado.

 

Abraço. Fique na paz de Cristo. 

 

Envie também sua pergunta clicando aqui.

Curta nossa página e assim acompanhe nossas publicações:

Ministério Jovens Pregadores

 

Conteúdo Relacionado

Onde Fica a Vírgula de Lucas 23:43?