Translate this Page
ONLINE
2




Escola Dominical é Base da Igreja

EBDA EBD - Escola Bíblica Dominical como conhecemos hoje, segundo o Manual do Superintendente da Escola Dominical, surge em 1780 com jornalista britânico Robert Raikes. No início era voltada para crianças carentes e ensinava não só lições bíblicas, mas também matérias como o idioma nativo e matemática. Foi trazida para o Brasil em 1855 pelos missionários escoceses Robert e Sarah Kelly.

 

Ela é a forma que a igreja moderna encontrou de cumprir a ordem do próprio Cristo, a ordem de ensinar as pessoas tudo aquilo que ele havia ordenado (Mt 28-19). Ela é sobretudo uma escola para ensinar as doutrinas bíblicas e fazer com que as pessoas pratiquem no dia-a-dia.

 

Algumas igrejas têm suas escolas em outros horários diferentes do que domingo pela manhã. O que é normal, pois cada igreja deve buscar o horário que melhor se enquadra aos seus membros e atividades. Outras igrejas até usam outras formas de ensino como células e cursos bíblicos avulsos. Entretanto, a Escola Bíblica ainda é o método mais usado e que melhor se enquadra na maioria das igrejas.

 

Infelizmente, segundo estimativa colocada no livro Marketing para Escola Dominical, 70 % dos membros das igrejas brasileiras não participam das escolas de suas igrejas. Isso é lamentável, pois na Europa as igrejas que desvalorizaram a Escola Bíblica morreram posteriormente. Esse continente já é considerado pós-cristão e está sendo dominado pelo islamismo e pelo ateísmo. Em países como China e Coréia do Norte, apesar da perseguição, é que o evangelho tem crescido cada vez mais. No continente africano também o evangelho tem crescido consideravelmente.

 

Essa crise de frequência na Escola Bíblica é uma pena, pois a Escola Bíblica é base da igreja. Nela é onde os membros aprendem a palavra para poder levar para os outros e ainda praticarem em suas vidas o evangelho. É ótima para discipular os novos convertidos. As heresias e bobagens teológicas são combatidas na Escola Bíblica. Show gospel, bandas, revelações, festas e emocionalismo têm sua importância. Mas sua fé não pode estar baseada apenas nisso. Ela tem que estar baseada na palavra de Deus e na oração.

 

Às vezes a frequência é baixa por desleixo dos professores e supervisores dela. A liderança da igreja investe pouco em ensino bíblico. Isso faz com que os professores apenas leiam a revista na hora da aula, sem acrescentar nada. Com que não usem tecnologia, não sejam interativos e nem se preparem para as aulas. Nessas horas é preciso reverter isso treinando os professores, divulgando a EBD, fazendo gincanas bíblicas, sorteios e orando bastante por ela. Fazer o possível para melhorar.

 

Se você é aluno lembre-se que mesmo se a EBD da sua igreja for desleixada você deve participar. Quando for assim ore por eles e procure dar dicas aos professores para eles melhorarem as aulas. Alguns professores já distribuem algum folheto para o aluno dar dicas e fazer suas críticas construtivas. Críticas construtivas, não destrutivas. Algumas Escolas Bíblicas são ruins por falta de recursos. Se puder, também ajude financeiramente.

 

Em muitas igrejas a Escola Bíblica já foi renovada, melhorada e é constantemente divulgada. Mesmo assim a maioria dos membros não participa. O problema é então cultural. Eles não têm o costume de participar, seus familiares evangélicos também não participam. Na cabeça deles a EBD é um culto não tão importante que pode ser dispensado. Quando o problema é este é necessário paciência, perseverança e divulgações conscientizando a igreja. Os alunos geralmente virão um por um. Aos poucos e com tempo o quadro pode mudar.

 

A maioria dos grandes pregadores tiveram a EBD como sua primeira escola teológica. Foi lá onde eles tiveram a base. Ela é gratuita e feita por amor. Os professores não recebem salário, são pessoas vocacionadas que fazem a obra. Multidões já foram transformadas por suas lições. Elas ardem no coração e fazem o ser humano refletir. Ajudam o cristão a ter saúde espiritual e a viver de maneira digna.

 

  Curta nossa página Reflexões do Pregador Lucas Moraes

  Curta nossa página JP- Jovens Pregadores

 

Conteúdo Relacionado

8 Dicas para Você Interpretar a Bíblia